Soepe em negociação com Olinda

Soepe em negociação com Olinda

Com o intuito de valorizar os Cirurgiões-Dentistas da Prefeitura de Olinda, gestores, representantes da categoria e do Soepe decidiram formar,…

Dentistas e Enfermeiros não aceitam a proposta salarial da gestão socialista

Dentistas e Enfermeiros não aceitam a proposta salarial da gestão socialista

A categoria vai aguardar a reunião agendada PCR para o dia 24 de agosto, para maiores esclarecimentos sobre as suas…

Soepe na luta com os dentistas de Caruaru

Soepe na luta com os dentistas de Caruaru

Reforçando o seu compromisso de interiorizar as ações do Soepe, o seu presidente, professor Ailton Coelho, e o vice, Dr.…

Pauta em andamento no Cabo de Santo Agostinho

Pauta em andamento no Cabo de Santo Agostinho

Os Cirurgiões-Dentistas do Cabo de Santo Agostinho, o presidente do Soepe, professor Ailton Coelho, e o vice-presidente, Dr. George Gusmão,…

Frontpage Slideshow | Copyright © 2006-2012 JoomlaWorks Ltd.

Principal

Candidatos à PCR criticam em debate o atual modelo de gestão para saúde bucal

Cinco dos oito candidatos à Prefeitura do Recife participaram nesta manhã (18) do primeiro debate, após o registro das candidaturas, para discutir políticas públicas de saúde bucal para a cidade.  O evento, promovido pelo Sindicato dos Odontologistas no Estado de Pernambuco (Soepe), contou com as presenças dos candidatos Carlos Augusto Costa (PV), Daniel Coelho (PSDB), Edilson Silva (PSOL), Priscila Krause (DEM) e Simone Fontana (PSTU).

Com o tema ‘Desafios da Saúde Bucal do Recife’, o debate teve início com apresentação  do atual cenário da odontologia pública na capital, que hoje possui mais de 60% de área descoberta pelo serviço, de acordo com o presidente do Soepe, professor Ailton Coelho. Em seguida, os candidatos apresentaram suas propostas para área e responderam a perguntas dos cirurgiões-dentistas e de lideranças comunitárias.

 

O atual modelo de gestão da saúde do Recife foi bastante criticado por todos eles, com destaque para a falta de infraestrutura das Unidades de Saúde da Família, medicamentos, insumos, a dificuldade na marcação das consultas e no atendimento, assim como a equiparação das equipes de Estratégia de Saúde da Família (ESF) com as Equipes de Saúde Bucal (ESB). Outros entraves apontados pelos prefeituráveis foram a falta de reajuste salarial e de diálogo da atual gestão com os servidores.

Para Daniel Coelho, o atual modelo de gestão da saúde foi elaborado para fazer o usuário desistir. “São tantas idas e vindas que as pessoas acabam desistindo”, observou Daniel. O candidato Edilson Silva criticou a ausência dos candidatos Geraldo Júlio (PSB) e João Paulo (PT) no debate com a categoria. Ele assumiu o compromisso de aumentar as Equipes de Saúde Bucal e promover a equivalência salarial entre médicos e as demais categorias da saúde. “Essa gestão vai para televisão apresentar as Upinhas como equipamento modelo, mas não mostra o abandono do restante dos equipamentos da saúde”, criticou o candidato do PSOL.

Priscila Krause alertou para as promessas feitas na campanha passada pelo prefeito Geraldo Júlio. “As pessoas não têm o direito de brincar com a esperança, a expectativa das pessoas. É um desrespeito para com a população”, frisou. A candidata do Democratas disse que se for eleita vai tentar equiparar as equipes de Estratégia de Saúde da Família com as Equipes de Saúde Bucal. Já a candidata do PSTU, Simone Fontana, defendeu o concurso como a melhor forma de seleção para ingresso no serviço público e afirmou que o atual governo perdeu a capacidade de dialogar com os servidores.

O estreante desse pleito Carlos Augusto Costa destacou o retrocesso vivenciado hoje no Programa Brasil Sorridente, que baixou sua capacidade de abrangência no atendimento à população de 40%, em 2004, para 28% nos dias atuais. Ele se comprometeu em ampliar o acesso ao tratamento odontológico na cidade, realizar campanhas educativas de escovação com os alunos da rede municipal, investir na capacitação dos profissionais e melhorar o atendimento de alta complexidade na saúde bucal. No último bloco do debate os candidatos responderam as perguntas do público.

Mais informações: Ailton Coelho (presidente do Soepe) 9.9998.4588

Você está aqui: Pagina Principal Candidatos à PCR criticam em debate o atual modelo de gestão para saúde bucal